quarta-feira, abril 25, 2007

O inferno está mais seguro


Heaven and Hell II
Carmen Lomas Garza
Ora, ora, ora...
Desde que tive consciência de quem eram os membros da minha família eu sei direitinho para onde vai cada alma deste mundo de meu deus.
Minha avó paterna e minha tia/madrinha se encarregaram de me deixar muito assustada com relação aos pecados do mundo, inclusive aquele que a gente já nasce tendo...céus, como pode Deus ser tão injusto? A criancinha acabou de chegar, mal reconhece o cheiro da mãe, é literalmente um peixe fora d'água e já carrega uma culpa gigantesca: milhões de anos antes dela pensar em nascer, alguém comeu a fruta de uma árvore, foi punido, e mesmo assim...veja só...a culpa é da criancinha!
O famigerado pecado original, que jamais entrou na minha cabeça, era subtamente somado a outros sete pecados monstruosos que - nossa! - eram muito difíceis de entender.
Primeiro: gula. Gula? Uma criança só sabe comer, fazer cocô e dormir! Alguém coloca um pudim de leite, um brigadeiro, um bolo de chocolate na frente dela, e se ela gostar e quiser mais, mesmo sem fome, ela está PECANDO? Onde está a justiça divina?
Mas pelo menos a gula é concebível. Uma criança, mesmo pequena entende por que isso é pecado. Logo depois de matar uma panela de glacê de chocolate, o castigo chega: uma tremenda dor de barriga. Ok ok...então esta regra vem para proteger as criancinhas inocentes da dor de barriga. Entendi...
Mas e a luxúria? A avareza? A soberba? Você conhece alguma criança de três anos, ou mesmo de dez, que entenda o significado dessas palavrinhas? Para que servem? É de comer?

Mas tudo isso para dizer que aparentemente Deus resolveu olhar para as crianças e os pagãos sem culpa - aqueles que não foram batizados, não têm mãe, nasceram mortos, ou no mato, ou de uma mãe de treze anos que não faz idéia do que precisa fazer para salvar seu filhinho. Até a semana passada, estes incautos íam para o Limbo. (eu sempre morri de medo do Limbo). Aparentemente o tédio era a tortura do Limbo.
Tem o inferno - aquela coisa caliente, cheia de gente vestida de couro, dominatrix's e sadomazôs, todo mundo fazendo muito sexo, levando chicotada, num calor do cão (literalmente). Torturas, bebida, calorão, sofrimento para alguns...puro prazer para outros. Quase um prêmio para os sádicos e criminosos.
Tem o purgatório - lugar intermediário, onde todo mundo fica perturbado, sem entender nada, uma deprê, uma tristeza...meio que um hospício de almas, onde elas entram não para serem curadas, mas para enlouquecer de uma vez. Talvez seja o aquecimento para o festerê do inferno...não sei.
Tem o paraíso - Todo mundo sabe que lá todo mundo se veste de branco, fala baixo, a música é chata. Há os que dizem que não. Para os homens muçulmanos, não sei quantas virgens vão estar esperando por eles, e muito mel e muita bebida...isso me parece uma versão do inferno, mas tudo bem...vamos admitir que no paraíso dá pra fazer toda essa suruba. Na versão femina do paraíso talvez tenha não sei quantos mil Johnny Depps me esperando. Ai ai ai, Jesus me leva!... Mas to achando que toda essa moleza eu só vou encontrar no inferno.
Anyway...falta o Limbo. Gente...o LIMBO era mesmo um lugar do demo.
Pensa: criancinhas, pagãos, analfabetos, índios, pessoas de religiões diversas que não a católica, iam para lá e não eram nem punidas nem premiadas. É meio uma repartição pública onde você chega para esperar. Só esperar, mas não sabe o que. Você está lá porque é culpado de uma coisa que não sabe que fez, e ninguém te salvou. Precisava que alguém jogasse água na sua cabeça e óleo no seu peito para que você fosse salvo. Mais ou menos! Porque no momento que fizessem isso, você passaria a ser oficialmente culpado pelo pecado original. Você só não foi salvo, porque ninguém foi lá oficializar a sua culpa. Ai jesus...é complicado!
Mas agora tudo mudou. Papai do Céu mandou um telegrama pro Vaticano mandando demolir este andar do Condomínio da Salvação. Não tem mais limbo. Eeee! Os inocentes podem ir direto pro céu, sem necessidade de alvará. Morreu? Foi! Fim. Desburocratizaram a vida eterna.

Daí que eu acho que talvez o inferno esteja mais seguro.
Nessa época interessante em que vivemos, de globalização, banalização do sexo (e até do condomínio divino) e células-tronco, pode ser que daqui a pouco algum empreendedor do Paraíso - todos sabemos que há lá pelo menos seis milhões de judeus - resolva encampar o inferno. O inferno pode passar a fazer parte da Holding, vai ser reformado, renovado, cai o presidente, os cargos de confiança serão nomeados pelo C.E.O. da Heaven & Eden Inc, e pronto: o Condomínio da Salvação será o maior resort do universo!

Acho justo. Acho válido.
Deus está ficando moderno...

10 comentários:

Flavia Melissa disse...

ué... se acabou o limbo, prá onde vão os suicidas agora?

essa é novidade, eu não sabia. mas vale a frase de um grande amigo, que não liga muito prá paraíso ou inferno.

diga-me com quem andas, eu te direi quem és: onde quer que vc vá, todos os seus amigos estarão lá!

beijos & queijos

Fastolf.b disse...

HAHAHAHHAHAHA
Muito bom, mama mia.
Mas você quer mesmo que eu diga para onda vai toda essa gente? hehe

A ideia do resort é boa. Tão boa quanto o contato do vaticano. Esse cara tem o canal...

Mercedes Gameiro disse...

Flavia,

Acho que os suicidas sempre foram pro purgatório.
Acho né...eu não tenho muito contato com os organizadores desses clubes!

Mauricio Lemos disse...

A Galera do Limbo vai toda se candidatar a Deputado em Brasília para fazer exatamente o que o pessoal lá mais sabe fazer...NADA.
A diferença é o Salário ,(mordomia a galera no limbo já tinha antes .Alguem trabalhava pra manter aquela putada no ostracismo)e passagens aéreas entre o Céu e o Inferno.Eles precisam estar constantemente medindo a pressão da panela no inferno.

Carolina Garofani disse...

Que eu saiba suicida vai pro inferno!

Anyway. No céu só tem gente chata, e eu não gosto de usar branco... beatas, mártires, criancinhas choronas.

Se o diabo é pai do rock, é pa lá que eu vou, a companhia é muito melhor!

HUAR HUAR HUAR HUAR
(desaparece numa labareda)

rafaela disse...

Este povo do Vaticano me mata de vergonha!

Alice Salles disse...

Entonces, Moça Mercedes..

Ontem eu li esse texto e não comentei, agora é minha deixa: eternidade por eternidade, espero que seja em qualquer lugar que pelo menos tenha todos meus amigos e amados perto... até ai posso estar no quintos dos infernos ou no quinto mala dos céus que não me importo...

Vc vai pra lá comigo tb né!? Uma galeeeeera vai junto...

Beijinhos e boa tarde Moça

Anônimo disse...

Você não sabe de metade do que disse...

Mas o que valhe é a intenção =]
se bem que ainda não consegui encontrá-la...

Anônimo disse...

Lógico que eu não sei, Anônimo...por isso eu escrevo. Por não saber!
Se eu soubesse, não estaria aqui entre seres vivos!

Eu sou a maior especuladora do sul do mundo. E como o blog é meu, eu especulo o que quiser. Inclusive o inferno.

A intenção? FAlar o que eu penso. Eu posso, você pode, todo mundo pode. Este é um país livre! A intenção velada? Encher o saco.

Beijos

Mercedes

Levi Cruz disse...

Huahuahua... Comico seu texto Mercedes, comico mesmo!
Mas vamos lá, piadinhas de lado, sabemos que nao existe, e nunca existiu, isso, que a Igreja Catolica pregava, e agora mudou de ideia!
Na verdade, e a verdade nao é complicada, existe apenas céu e inferno. Na Biblia, Jesus, ele mesmo, o próprio, disse assim: Deixai vir a mim as criancinhas, por que dela é o reino dos céus... Olha que lindo! E agora a partir deste pequeno versiculo, lanco uma pergunta audaciosa: De onde o Vaticano tirou essa ideia de que crianca ia pro inferno?
Bem, mas mudando de assunto, a questao da salvacao é complicada... todos nós estamos mesmo condenados a morte eterna, que significa o INFERNO (e espero que os comentadores acima estejam cientes de tudo o que estao falando, pois sexo, drogas e rock'in roll é utopia... nao haverá isso no inferno... e no céu nao será só maçã e ki-suco tambem nao...)... há apenas uma escapatoria... e que tambem não é o batismo e o óleo jogado no peito que resolve esse problema... A nossa salvacao, e o unico meio para consegui-la, é Cristo, nosso unico intermediador entre o pecado e Deus... Ele veio fazer exatamente essa ponte, veio ser esse elo entre nós, pecadores, e Deus... mas para usar essa "ponte", precisamos declara-lo nosso Senhor, e fazer, como servos, o que nos ordena...
Bem, parece simples, mas nao é... Ser salvo, nao quer dizer que nao seremos mais pecadores... seremos eternos pecadores, temos uma tendencia ao pecado... mas ser salvo nos dá a chance de chegar bem pertinho de Deus e pedir perdao, TODAS AS VEZES QUE PECARMOS... e Ele, que, quando nos dá a salvacao, deixa de ser nosso Criador e passa a ser nosso Pai, nos perdoa...

Bem, ainda assim, gostei muito do texto... deu uma abertura grande pra eu expor os meus pensamentos a respeito de céu, inferno, salvacao e castigo eterno...

Abracos pra voce Mercedes e para os comentaristas (inclusive para o Anonimo)...ehehehe...