domingo, maio 25, 2008

Blindness

Quem acompanhou a trajetória de "Ensaio Sobre a Cegueira" no blog do filme, onde Fernando Meirelles manteve um diário honesto e incrível durante os últimos meses, sabe que antes da crítica, do público ou dos produtores, a grande preocupação dele era com José Saramago.
Adaptar uma obra prima é uma responsabilidade gigantesca, e no caso específico de Blindness, um desafio assustador.
Por que? Para quem não sabe, assim que o Fernando leu o livro "Ensaio sobre a Cegueira" há alguns anos, ele quis transformá-lo em filme e tentou comprar os direitos da história, sem sucesso, porque o Saramago não concordou. Os anos passaram, muitos deles...Fernando fez Cidade de Deus, Jardineiro Fiel, ede pois de ter esquecido o assunto, foi procurado por um estúdio para dirigir o que? Ensaio Sobre a Cegueira! É como uma conspiração do destino. Mas conspirações do destino trazem um prazer imenso e junto com ele um peso de toneladas.

Well...o filme ficou pronto, houve um tititi de críticas negativas, outras boas, abriu o Festival de Cannes, tapete vermelho, fotógrafos, coletiva, etc etc, mas ainda não havia cumprido seu objetivo mais pesado: agradar ao autor -- José Saramago.
Céus! o livro ganhou um Nobel! Eu estaria sem dormir há meses! "Olha, seu Zé...ta aqui o que eu fiz com o seu Nobel" e lá fui eu para debaixo da poltrona do cinema, morrendo de medo.
Bem, assim que o Fernando saiu de Cannes, voou para Portugal para finalmente mostrar o filme para o Saramago. E aí saiu na Folha um texto do Fernando contando como foi este encontro, e eu morri de chorar.
Agora, olha só...alguém filmou a reação do velhinho quando acabou de assistir o filme...e adivinha? Morri de chorar outra vez!
Se é permitido sentir muito orgulho de um Brasileiro (eu já disse isso aqui), repito : Tenho o maior orgulho do Fernando Meirelles. Não só pela obra dele, ou pelas portas que ele abriu e deixou abertas para nós, mas pela pessoa que ele é - simples, linda, e exatamente como era muito antes da fama.

Veja a reação do Saramago ao terminar de assistir Blindness.



Não é demais?

Bom dia.


Diário de Blindness
Encontro com Saramago

8 comentários:

Rafa e Dedé disse...

Emocionante demais!
Demais mesmo: o nervosismo do Fernando, dá pra sentir a ansiedade! E a comoção do Saramago? De chorar muito!

Perin disse...

E o nervoso que o Fernando Meirelles passou heim? Acho que eu pularia esta parte e mandaria outra pessoa mostrar o filme.
Mas é bonito de ver a emoção dos dois. Preciso ler o livro...preciso ver o filme.

Anônimo disse...

Um bom velhinho, não é?

escritores sabem manusear as palavras de uma maneira incrível.

Rodrigo.

Holandesa disse...

Não consigo abrir! Não consigo abrir!!!! Eu quero ver, quero ver!!!!

C. Garofani disse...

ai mercedes... chorei tambem!!

se eu fosse o meirelles faria aquela dancinha do chandler, soltaria fogos de artificio e ainda pagaria 'uma rodada de suco pra galera"!

Flavia Melissa disse...

pois eu tbm me acabei.
só que o problema é que eu tenho paciente em 5 minutos e to com o rímel borrado!!!

ps_vou ler o que vc me mandou e emitir um parecer, juro. não é descaso, é falta de tempo meeesmo!!!

love, love, love.

Cacau disse...

Não é só emocionante é tocante.

Alice Salles disse...

Affe!
Porque esse filme nao lanca logo!? Aiiii!