terça-feira, agosto 21, 2007

Mercedices

* ou como diz o solda: "todo dia é dia de poeta"


queria voltar à janela do velho sobrado.
mudar quase nada,
que talvez tudo.


ººººººº

mar?
diz que sonhos navegam
quando as águas são turvas.

diz que quando seus lábios desejam,
são minhas as curvas.


ººººººº



queria te mostrar
me desmontar
te soletrar
e desfrutar
letra por letra

queria não fugir
testar tuas amarras
usar os teus grilhões
me fazer de louca

beber o teu suor
banhar o meu desejo
e como palavra
morrer na tua boca


ººººººº


7 comentários:

Anônimo disse...

"beber o teu suor
banhar o meu desejo
e como palavra
morrer na tua boca"


Isso é sexy ou eu sou um tarado?

P.

Flavia Melissa disse...

sou louca pelas mercedices, ainda mais quando ela se mete a fazer poesia.

que, de tanto sentido, deixa de ser poesia.

adoro!
beijos,

Flavia, Melissa & bolinha de pebolim.

Mercedes disse...

P.

é...as duas alternativas estão corretas.

Alice Salles disse...

deusinho...
vc tem que fazer mais dessas mercedices, em PUBLICO! hahahahha

LUCIANO disse...

Adorei seu site. Gostaria de te linkar no meu blog. Posso?
Abraços
Luciano

PAPIROS DE ALEXANDRIA
http://papiros.zip.net

cindy disse...

Nossa, adorei seu blog. Estou vendo que o meu recado � quase o mesmo do Luciano! Visitarei mais vezes! Posso linkar tb�m??

Abra�o.

marcos freitas disse...

"beber o teu suor
banhar o meu desejo
e como palavra
morrer na tua boca"

sexy ou não, com taradices ou não, ...whatever, whatever... isso é muito lindo!!!!!

+ todos os comentários anteriores, wow, adoro a mepoeta!