segunda-feira, março 05, 2007

Se conselho fosse bom...

Eu sei, eu sei...se fosse bom seria cobrado. Claro. Também acho. Eu passei a vida, como todo mundo, ouvindo conselhos - dos mais valiosos aos mais estúpidos - e como todo mundo, descumprindo um por um.
É tão lindo aos 15 anos dizer: "eu tenho que aprender com os meus erros". Claro! É ótimo, mas dói. E enquanto estamos falando sobre tomar cuidado com uma amiga, arrumar a cama quando levantamos na casa dos outros, etc, tá muito lindo. Mas existem conselhos que eu gostaria de ter ouvido com OS DOIS ouvidos e, quem sabe, deixado entrar no cérebro por um tempo mínimo que fosse para não esquecer. E hoje, olhando à minha volta, e para mim mesma, existem conselhos que eu gostaria que todo mundo ouvisse.
Naquele texto brilhante do Tim Cox, "Filtro Solar" ele diz: "Conselho é uma forma de nostalgia. Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo, esfregá-lo, repintar as partes feias , reciclar tudo e vender por mais do que vale."
Anyway... alguns conselhos que todos deviam seguir, mesmo que eu não tenha feito...mesmo que seja um saco.

. Coma alimentos com cálcio: queijo, leite, iogurte, manteiga, alguns legumes...mas coma! Não tem a menor graça ter osteoporose aos 35 anos, nem aos 60, nem aos 70.
. Use filtro solar. Todos os dias. Para sair, trabalhar, ficar no computador, andar na rua, ou ir à praia. Fator 30 no rosto e nas mãos, sem falta. Você só tem uma pele, embora ela tenha um incrível poder de se auto-renovar para se salvar das barbaridades que você faz. Tirar manchas da pele custa uma fortuna e nem sempre funciona. E não tem mágica: se você não usar filtro solar, sua pele VAI ficar manchada, e você vai ser um velho/a muito muito feio, muito antes da hora, talvez com um câncer de pele. E acredite: agora você acha que não dá a mínima para aparência....mas quando chegar lá, vai dar sim!
. Faça exercícios todos os dias. Não importa se é pouco, não importa se é leve. FAÇA! Aos 40 anos, sua disposição não vai mais ser a mesma, e se for aos 40 não será aos 60. Sem exercícios suas pernas tendem a não te suportar, seus braços não vão levantar seus netos, o mundo vai viver lá fora enquanto você se arrasta. Envelhecer não é o problema: o problema é como você vai se virar quando ficar velho.

. Alongue. Não importa como. Se você não alongar, com o tempo seus músculos vão estar tão curtos, que você terá encolhido demais. E sua postura aos 50 vai ser de uma pessoa de 70. Velho sim...mas com o nariz apontado para frente, por favor!
. Cuidado com tatuagens. Ao envelhecer, sua pele vai ficar flácida e irrugada, por melhor que você esteja. Antes de tatuar pense bem, olhe para a sua mãe, para o seu pai, para os seus avós. Repare quais partes do corpo a gravidade não perdoa. Pense que um lindo pavão pode parecer um repolho em 30 anos. Pense no que você vai ser então: um/a velhinho/a com pinturas disformes penduradas em pelancas. Pense que talvez você fique viúva, talvez case-se de novo, e a pobre criatura que casar com você vai morrer de aflição ao ver uma velhinha nua cheia de "hematomas".
. Diga que ama a quem você ama. Deixa de ser besta e de dizer por aí que "EU TE AMO" é uma frase especial demais para ser banalizada. Isto não é banalizar. A gente hoje vive num mundo em que se é um herói por sair de casa, e uma possível vítima. Quando se volta para casa no final do dia, se é um SOBREVIVENTE. Sobrevivente de uma guerra velada que está lá fora te esperando. Não saia de casa sem beijar os seus. E se possível, diga todos os dias - na hora de dormir, ao telefone, ao se despedir de cada um: "Eu te amo", porque esta pode ser a última vez. Sem drama. É verdade. Alguém pode ter um ataque cardíaco, ou um ataque do PCC, ou do Comando Vermelho, ou da Polícia...sei lá. Na dúvida, exponha seus sentimentos. Não vá dormir brigado com seus pais, seu namorado, seus amigos. Faça as pazes antes de dormir, viajar ou deixá-los ir embora. Amanhã é um incógnita!
. Cuide dos dentes. Use fio dental, escove os dentes 3 vezes por dia por pelo menos dez minutos, e outras mais que podem ser mais rapidinhas. Não tenha preguiça disso, porque não é perda de tempo. Assim como nas suas pernas, os ossos do seu rosto não durarão para sempre, mas durarão um pouco mais se você cuidar das gengivas evitando que seus dentes simplesmente caiam.Vá ao dentista. Mas mesmo se não for, não economize fio dental e escova de dentes.
. Coma direito. Menos do que acha que precisa. Mais vezes do que acha que tem fome. Seis vezes por dia é o número certo para comer. Assim você não fica nem desnutrido nem obeso e seu corpo tende a te obedecer melhor, e por mais tempo.
. Use a cabeça. Leia, leia, leia, leia. Este é o único remédio para o seu cérebro. O único alimento de que ele precisa, fora a glicose que você ingere sem querer. Quem lê fica lúcido até os 100 anos. Quem lê evita a demência e não sobrevive enchendo o saco dos outros. Se você se julga uma pessoa independente, este é o único passaporte para que você continue assim. Se seu cérebro parar, sua independência se auto-distruirá em cinco segundos.
. Beba para ficar alegre, mas não faça isso todos os dias. "Melhor dez anos a mil do que mil anos a dez" é comprovadamente um lema furado. As pessoas que vivem dessa forma, costumam ter cirrose, diabetes, pancreatite. Elas demoram para morrer, mas morrem. E até que morram, vivem dez anos a cinco por hora, sem poder fazer nada, entrando e saindo de hospitais, fazendo diálise, amputando membros, perdendo a visão, sentindo coisas horríveis, e atormentando uma família que não escolheu esta vida.
. Ame, se apaixone, dance, cante alto, dê risada, tenha amigos, escute as crianças, brinque! Sensações são só o que você vai levar daqui quando for embora.
. Seja bom. Doe sem pena. Ajude sem questionar. Só quem é livre para entregar o que tem consegue ter mais. Desapego responsável é o nome: não tire da sua família, mas não se apegue demais ao que você tem. A vida muda em um minuto, e se suas COISAS forem só o que você tem, você pode um dia não ter nada. Seja mais do você tem.
. Se ame. Você é a melhor companhia para si mesmo. O tempo passa, a vida passa, os filhos crescem, os netos crescem. Se seu corpo for forte e sua mente lúcida, você talvez entrerre todos os seus e fique sozinho. Se você não se suportar, e não tiver com você uma vasta bagagem de lembranças maravilhosas, a solidão pode ser um castigo que você não merece. Se você se amar, a solidão será suportável, e muito provavelmente, você vai sempre ter alguém ao seu lado.
. Seja corajoso e viva! Mas respeite o medo alheio. Todos nós sabemos que o medo é uma prisão e uma dor enorme. Se você não gosta de sentí-lo, não force ninguém ao mesmo. Ninguém perde medo de cachorro por ser forçado a conviver com um. Este medo dói, e superá-lo pode ser descartável. Perigoso é ter medo de amar. Para todo o resto se dá jeito.
. Converse com seus pais. Converse com seus filhos. Converse com seus irmãos. Família é um saco, mas no fim das contas são eles que vão cuidar de você, lembrar de você, contar sobre você. Se eles não souberem quem você foi, seus netos também não saberão e em menos de cinquenta anos tudo o que foi você já não existirá mais. E não só por isso...mas porque estar vivo só vale a pena se você convive. O que você ouve e o que você diz formam pensamentos e você é o que você pensa.
. Escreva, pinte, conte histórias, tire fotos, plante árvores de frutas. Não tem nada melhor do que lembrar de alguém que já se foi. Dê aos que te amam a oportunidade de ter coisas suas para olhar. Nem que seja só um pé de jaboticaba que dá fruta toda primavera, e é doce. A ausência dói demais sem lembranças, então, deixe suas pegadas cravadas no chão que você pisa para que as próximas gerações saibam quem você foi.
. Mude de idéia. Não tenha compromisso com o erro. Não seja obtuso. Você não está sempre certo, nem sempre errado. Escute, reflita, reaja. Aceite. Ou não.
. Aceite as pessoas como elas são. As diferênças fazem a vida mais rica.
. Lembre o conselho do Dalai Lama: case-se com alguém com quem goste de conversar. No final da vida, conversar vai ser muito mais importante do que sexo.
. Seja o protagonista da sua história. Pouquíssimos coadjuvantes fazem falta a alguém.
Pois é...acho que estou ficando velha. Ou com medo de.
O fato é que há dias estou pensando nestas coisas. Principalmente no cálcio, no fio dental, no filtro solar e nas pegadas no chão. Eu estou tentando...


Buenas.

8 comentários:

Marília disse...

Será estes pensamentos parte da idade???
Quando tinha 15 anos não pensava em nada...não temia nada!!!Só queria abraçar a vida e todas as emoções que ela podia me dar.
Hoje, ainda continuo querendo abraçar a vida, até com mais vontade.Mas...com todos os conselhos acima!!
Acho que esses pensamentos nascem quando viramos mãe!!!
Beijoooo

marcos freitas disse...

"ouça um bom conselho..."

AMEI!!! todos eles ...são maravilhosos!!!
prometo me esforçar em seguí-los (os que ainda não pratico por alguma razão ridícula) ...mui grato!
e você agora já parece estar refletindo sua própria luz!
beijos
p.s. saudade! ...de hablar con usted!

Marília disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA adorei!!!!

Alice Salles disse...

affe, dei muita risada do seu comentário no meu blog! niver do frusciante...
Entonces, é, acho que conselho é bom e eu costumo ouvir, muitas vezes, e não tô brincando.. ouço o tempo todo e sigo, ESSE é o problema! mas faço parte da grande minoria... ai ai ai
e conselho seu é uma das coisas mais lindas do mundO!!!!
Beijoooo

Alice Salles disse...

nossa... reli isso aqui e me emocionei...
beijinhos!

marcos freitas disse...

hey dear, bom dia!!!
(cor)respondi (ao) seu comment (mas) lá (messs) no brógui, hehehehe

sodadji
beijos
m.

ms h as in heart disse...

ai cacete! acho q do q tu escreveu eu só sigo uns 4 conselhos...

Carol disse...

mercedes envelhecendo há!
ja falei que a mim não engana.

mas sao bons conselhos, pena que é pouca gente que se da ao trabalho de assimilar e incorporar isso ao inves de ler e esquecer...