segunda-feira, março 12, 2007

Back + impressions

Olá crianças...

Voltei de Curitiba ontem. Fui ver meus pais que estavam precisando de mim dez vezes mais do que vocês. Sorry...Por isso o silêncio nesta casa.
Cheguei e fui recebida por parte da família - tem uma que some nos finais de semana - e pelos gatos carentes. Difícil dizer que fica mais carente, se a familia ou os gatos. Anyway...é sempre bom demais voltar. Saudade da minha caminha....
Ainda não me recuperei da visita do patrão. Meu deus, o que foi aquilo? São Paulo parou porque o chefe tinha que andar. Marginais fechadas, meio morumbi fechado, tudo parado, irritante, como se a cidade pudesse não trabalhar só porque o presidente do mundo resolveu aparecer. Me irritou profundamente, mesmo eu não saindo de casa.
E me irritei também com outras coisas. O que foi, pelo amor de deus, o discurso do Lula? Como assim "encontrar o ponto G desta negociação"? O que ele quis dizer? "Cuidado Bush, eu vou te f***r" ? ou "Calma, meu nego, que eu sei que você quer me f***r, mas pelo menos me pede em casamento"?
Nunca imaginei um presidente falando uma coisa assim. Nem eu nem o tradutor que parou uns 30 segundos pensando se devia traduzir aquilo pro Bush. Não dá pra entender. Não dá pra saber COMO meu deus! COMO?? esse povo teve coragem de colocar essa criatura no poder. Aliás...vamos combinar: ESSAS DUAS criaturas! Que coragem...talvez seja um sinal do fim dos tempos. Deve ter alguma profecia que se refira a isso, tipo: "Quando as bestas, as mulas, as antas, assumirem o poder de dois grandes países no ocidente..." "Quando os líderes não souberem mais se expressar" " Quando os líderes forem seres patéticos..."
Ai ai...me to cansada.
Cheguei e o Cláudio estava empolgado com um filme. Viu e reviu mais de cinco vezes, ligou pra dizer que o filme é lindo, que o chinês é foda, que eu tinha que ver. Pois não escapei. Assim que cheguei em casa querendo só dormir, ele me implorou para ver só 15 minutos de filme. Eu achei que "este podia ser o ponto G desta negociação" e fui. Impossível! Sentei lá em baixo e comecei a ver o filme...10 minutos...15 minutos... "quer parar?" " Não!" vi o filme inteiro, embasbacada, maravilhada. "O Clã das Adagas Voadoras". Que coisa incrivelmente delicada, bem filmada, bem produzida, bem finalizada, bem tudo! Trilha linda, figurino perfeito, direção de arte incrível, texto maravilhoso. Uma história de amor na China, na dinastia Tang, em 859 a.c. Quando eu poderia imaginar que ficaria maravilhada com um filme de artes marciais?
Pois olha...as lutas são tão lindas que não incomodam, não são demais, não lembram filmes B, e duram o tempo que tem que durar. É lindo! Fui dormir feliz por ter visto um filme que eu jamais pegaria para ver, com a alma leve...a sensação de quem acabou de viver algo muito bom. Eu recomendo. Quem não viu ainda, dê um jeito por favor. Por você mesmo.



Amanhã eu volto, para dizer alguma coisa que acrescente.
Ou não.

Beijo beijo.

5 comentários:

Marília disse...

É nega...ele entrou cantando..."Ô abre alas que eu quero passar"
Me diz se no primeiro mandato a criatura não poderia ter feito um curso de inglÊs...espanhol.Bate uma vergonha imensa o presidente precisar de tradutor.E o pior de tudo, o tradutor ter que repetir as merdas que esse maluco fala.
Agora me responde uma coisinha...por que ele não usou um helicóptero?????
Beijooooo

Alice Salles disse...

Mercedes!
ESSE FILME É TUDO!
Fui ver duas vezes no cinema e na época eu namorava um Japa que mais parecia chinês e que era meio nego hahahahha então fui ainda mais empolgada!
O filme é lindo mesmo, delicado como vc falou. Faz com que você acredite que eles fazem tudo aquilo mesmo... é perfeito...

Bom, espero que todos estejam bem e até...
Beijos

marcos freitas disse...

...no fim do papo c'os amigos que acabaram de sair daqui do atelier 'gorimhamesss':
"we miss the chance to drop a bomb on him at may 23th avenue!!!"
"why we're not friends of PCC's guys, to order the job?"
AHAHAHAHAHA
welcome back dear
beijos

marcos freitas disse...

aaahh, e dando continuidade ao assunto anterior: quem sabe o tal portable-organ do 'corretor-com-jaguar' não poderia auxiliar os dois bundões a atingir o ponto G, AHAHAHAHAHAH

P.S. ok, preciso ver as adagas!!!

Rodrigo disse...

Se você gostou do Clã das adagas, vai amar HERÓI. Eu achei HERÓI melhor que o Clã das adagas. Acho meio exagerado as correções de cor. Se bem que aquela sequência inicial da venda e das pedrinhas nos tambores é INCRÍVEL. Me diz que lugar é aquele!! Me diz!!!!

Saudade!!!
Um dia você vai acordar comigo tocando a campainha aí!!!

Beijos!!!