segunda-feira, fevereiro 05, 2007

La Femme est Fatalle

Eu fico pensando o quanto interessa realmente a todo mundo a vida de verdade de uma mulher comum. O pior é que interessa...mas eu não entendo como. Por exemplo: você acreditaria se eu contasse que a Condolisa Rice tem TPM, ataque de gorda, bad hair day? Que tem dias que a Rainha Elizabeth não sabe o que vestir porque se sente horrível, desinteressante e com uma barriga descomunal? Que tal contar que a Merryl Strip tem ódio mortal do fato de não poder fazer uma plástica no nariz, porque seria criticada?
Eu não sei como são os homens, mas nós, mulheres, temos esses ataques de insegurança desde que deus tirou uma costela de Adão para criar esse serzinho complicado. Também! Uma costela? Quer pedaço mais mal acabado?
Desde então, lá fomos nós, sendo bajuladas, adoradas, musas de poetas, pintores e filósofos...Eles com seus cérebros avantajados, jamais perceberam o que passa dentro dos nossos. Passaram a história sendo manipulados pela paixão, ou mais diretamente pelo poder de sedução de corpos arredondados e cabelos com cheiro de alfazema. Reis foram alimentados por mulheres brilhantes que sabiam o que queriam para o futuro deles. Generais guerrearam pelo amor de mulheres impossíveis e ardilosas, que guiaram o destino de nações de acordo com seu capricho pessoal. Imperadores foram mortos por suas mulheres...falsos herdeiros foram paridos e assumiram tronos. O sangue real errou de veias milhares de vezes. E à menor suspeita de manilpulação ou traição, uma mulher derramou lágrimas de mágoa que cortaram o coração do Rei impiedoso, que acabou sempre por enxugar-lhe o rosto e presenteá-la com uma jóia fenomenal.
Criatura perigosa essa que saiu da costela de Adão. Analisando a mulher por este lado, faz-me pensar se não foi o pobre incauto Adão quem saiu de um pedaço mal acabado da mulher, tipo o apêndice! Corajosos e destemidos guerreiros, sempre dominados por uma frágil e doce mulher de pele macia e voz dócil. Seja a mãe, seja a amada, não há um grande homem na face da terra que não tenha ao seu lado, ou logo atrás de si, uma mulher poderosa com olhar frágil e lágrimas fáceis. Mulher esta que pode erguer ou aniquilar sua carreira, seu futuro e sua reputação com o estalar de um dedo. Grandes mantenedoras dos segredos reais desde sempre, as amantes tiveram papel fundamental na história da civilização. Não há um grande homem que não tenha mantido em segredo um amor e com "ela" seus segredos e planos mais audaciosos. Muitos foram traídos quando tentaram neutralizar o poder da amante. Muitos foram derrubados por dedos e lábios delicados.

E mesmo assim, com todo esse poder, toda mulher tem ataque de gorda, coloca o guarda-roupa abaixo em dias de TPM, come demais quando está triste ou com raiva, chora quando não tem mais argumentos; se joga na cama como uma adolescente dramática quando é contrariada...tem ódio de ficar menstruada em dia de festa; pelo menos uma vez na vida mudou radicalmente o cabelo num momento de raiva e ficou horrível; pelo menos uma vez na vida jurou que ia sair por aquela porta e agarrar o primeiro homem que passasse na rua; pelo menos uma vez na vida escreveu uma carta melodramática de despedida...
Mesmo com tanto poder, a gente ainda adora pensar que é menina, frágil, e precisa de proteção...
Animalzinho estranho esse!

p.s. Esqueci de dizer que comecei a escrever isso porque hoje estou com um vestido que me deixa uma baleia!

10 comentários:

flavia melissa disse...

ai, porque, hein?

outro dia perguntei prum amigo meu rabino porque é que deus tinha decidido escolher a costela do adão prá fazer a eva. ele me disse que não poderia ser nenhum osso "superior" prá que a mulher não agisse de forma superior ao homem, e que nem poderia ser um osso "inferior" para que não fosse tratada com inferior.

arrematou dizendo que é prá mostrar ao homem que se ele for bom ela o completa... e que se for ruim, espeta!

fiz a mesma pergunta pro meu pai no dia seguinte, e ele me respondeu: prá enfiar a mulher debaixo do braço e sair andando!

ps - descobri de onde vem meus genes defeituosos!

adoro even more!

flavia melissa disse...

e sem essa de dizer que o vestidinho verde te deixa uma baleia!

Mercedes disse...

Flávia...é tudo mentira.
A história verdadeira foi assim: Deus era um cara megalomaníaco que saiu de uma base militar em 2.000 e alguma coisa e algo deu errado no jato dele e ele voltou no tempo de uma maneira absurda caindo no meio do deserto, na África. Como além de pilotar mal ele era um cientista, resolveu se auto-clonar pra ver se fazia alguma coisa boa na vida. Mas ele tinha que eternizar seus gens fantásticos e megalômanos...por isso resolveu que "Os filhos de Deus cruzariam com as filhas do homem". A raça criada por ele não incluía homens e mulheres. As mulheres já estavam na terra mandando em tudo fazia um tempo. Ele veio com essa coisa de clonagem e traduziu pra anta do homem assim: Eu tirei uma costela de um ser para criar outro. Importante: ele tambem dizia o seguinte: "Eu te criei à minha imagem e semelhança"...

Eita bandeirão! Ele só estava dizendo: " Você é o meu clone!"
Eva, representando as mulheres do mundo, sabia das coisas..e não se conformava por Deus ter criado, à sua imagem e semelhança, aquele clonezinho patético e burrinho que passava o tempo dando nome aos animais e às coisas...por isso ela resolveu mostrar ao homem todo o conhecimento que tinha. Sim sim..."A Arvore da Vida" não tinha esse nome. O nome original era "A Árvore do Conhecimento". E esse foi o pecado de Eva (ela devia ter pensado duas vezes): Eva alimentou Adão com CONHECIMENTO. Foi aí que essa coisa de ter sido criado "à imagem e semelhança" de deus subiu à cabeça dos homens...e o resto da história você conhece...basta ver que pra tirar sua dúvida sobre a criação, você procurou um RABINO, e não uma RABINA...porque rabinAs não existiram mais...nem em sonho!

Ha!
Qualquer coisa me pergunta. To aqui pra te dar tranqulididade nos seus questionamentos existenciais.heheh.

Beijinho

mercedes disse...

O vestido é marrom. E baleia it is!!

Alice Salles disse...

hahahaha
realmente, mulher é a coisa mais descomunalmente louca da face da terra...
e essa história que você contou sobre a verdadeira criação do homem e da mulher foi fantástica. Quando tiver filhinhos essa vai ser a versão que eu vou ensinar pra eles..
ah, e o ethan é escrito também! encomendei a josta do livro dele Ash Wednesday e a porcaria da Saraiva ainda não mandou! ai ai ai
Beijoos!!!!!

marcos freitas disse...

(entrando sem bater)... may i
oops! (pigarro) ahamm!
...
(mostrando um papel plastificado numa das mãos erguidas) ...don't shoot! don't shoot! i've got a "female pass" (com um sorriso discreto e nervoso)...i'm a woman too (hehehe) ...so please don't shoot!
...
(e após a longa pausa) ...may i put my arms down? because of my rip bone, it still hurts! oops! it's not a joke, i actualy have something broken inside my chest, and it's really painfull, you know... (andando lentamente pra trás) i just came here to read something good in the morning, i know where i can find it! hehehe but i'm leavin' already, ok? just don't shoot, ladies, don't shoot... (e sai da sala com inspiração para escrever algo sobre, criação, costelas, retard monkeys, black holes, atraction power, apêndices, dor, condição humana, relações, coisas...)
...hi alice, hi mê, hi flávia... have a nice day you all, bye...

flavia melissa disse...

me, da onde eu tirei verde??? ainda to com o empate-amargo-com-dor-de-derrota-do-versão-na-cabeça, titio freud deveria explicar...

adorei a versão punk-rock-hardcore da criação do Homem (e porque é que quando nos referimos à raça humana é sempre "O Homem", god damn it?)!!!

sobre my rabi, se é que adianta alguma coisa... ele me disse que SE eu fosse judia e estudasse os livros DELES (não sei se dos judeus - no masculino de novo - ou da cabalah), eu poderia até ser Juíza (sabe-se lá o que isso significa, mas é algo muito importante no judaísmo).

da próxima vez pergunto porque é que não existe RABINA... e volto prá te contar!

beijoca estalada!

Marília disse...

Ai ai...como é bom ser mulher!!!
Como é bom poder usar meu disfarce de amélia e mandar no mundo!!
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA
E Mêêê...nem vem com essa conversa de baleia, a Marina me disse que voce está magrinha!!!
Mas eu duvido que alguma de voces já tentou entrar em um "Slim", a ginástica que fiz pra tentar colocar e tiraar aquilo, que aliás me deu mais trabalho foi imensaaa!!Rendeu boas gargalhadas!!
Beijoooo

Mercedes Gameiro disse...

Quem da um "Slim Fast" pra alguém, merece morte lenta! Mesmo tendo sido a própria mãe. hahahah!
Mas eu pagava pra ver a cena, da Marilia entalada dentro do slim fast com os braços para cima pedindo socorro e a Marina tendo acesso de riso na porta. Juro que um dia coloco essa cena num filme. Hahahahha

Marília disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAAHHAHAHA não valeee!!!