quarta-feira, agosto 06, 2008

Corta pra lareira

Escrevendo o meu livro aquele que parece que eu nunca vou realmente escrever, eu descobri que tenho um bloqueio gravíssimo: eu não sei falar de sexo. Não...calma...eu sei FALAR de sexo, mas não sei escrever cenas de sexo.
Sabe aqueles filmes dos anos 50 que mostravam o casal, o beijo, e cortava para lareira, para o copo, para o cigarro queimando no cinzeiro? Então...é isso que eu faço. Eu levo o casal até a cama...e corto para a lareira! Hello?! Todo mundo sabe o que eles vão fazer depois que ele tirou a roupa dela!

Certo...seria perfeito se isso não estivesse me incomodando brutalmente.
Aí ontem à noite resolvi escrever um conto erótico. Ha! eu sou péssima! Nossa Senhora da Psicoterapia me salve! Fala pinto, penis ou bimbim? Eu suei frio para escrever. Ai gente...comofas? Por que eu vejo a cena e não descrevo assim...direito? No comprendo.

Desisti. Quase. Vou fazer mais uns "exercícios", e se não rolar eu vou cortar pra lareira!


13 comentários:

Alice Salles disse...

é, realmente, escrever cena de sexo é meio.... brochante... (sei la como escreve) masssss sei la, como eu acho que vc mesma ja disse, da pra falar de sexo sem falar e ficar bonito! eu gosto assim...

Perin disse...

hahahaha...muito bom rir numa manhã de chuva...se cortar pra lareira não vai mais ser um conto erótico, mas aí muda o foco e faz um conto conto mesmo-heheh...bj...ah! e em conto erótico não pode ser nem pênis, pinto ou bimbim, tem que ser pau, cacete estas coisas mais viris-hahaha

MgMyself disse...

Mas Edson, eu sou meniiiiiiinaaaaa!
Hahahaha!

Flavia Melissa disse...

me...
sorry, mas em conto erótico não é nem pinto, nem penis e nem bimbim.
é PAU, mesmo!
hahahah

good lucky, sweety!

Flavia Melissa disse...

e eu não tinha visto o comentário anterior...
cabou a graça do meu comentário...
HUMPFT.

MgMyself disse...

Bom,então não era um conto erótico. Era uma historinha caliente. Melhorou?
Porque não rola de eu ficar soltando o verbo, até porque dependendo das palavras, pra mim deixa de ser erótico instantaneamente.

Rocha disse...

Se o negócio é se fazer entender, deixa pingulim mesmo!
Hahahahaha!!!

Beijos.

C. Garofani disse...

eu nao consigo. é igual falar sobre cocô, não sei escrever sobre sexo. imagina sexo virtual entao? IMPOSSIVEL. hahahahaha me sinto ridícula só de pensar.

o caso é fazer, e não ficar falando... né?

MgMyself disse...

Carol,

Sábias palavras!!!

Rocha disse...

Tá aí, concordo. Faz sentido.

Dona Sra. Urtigão disse...

vim lendo desde a mais recente, e ao chegar aui não me contive. Seus textos são muito bons e seus amigos dos comentarios, alem de amigos, são engraçadissimos. Parabens (benzadeus)

m. disse...

ahahahaha
'd rather doing than writing
anyway... yeah, PAU is the name of the
...written thing

saudade
bjs
m.

Lu von Borries disse...

Mercedes!!! Tu és ótima mesmo!!Também tenho a maior dificuldade de escrever sobre sexo...já sei que isso vai ser um problema quando 1 dia inventar investir num romance..que horror...talvez eu coloque uma protagonista crente, evangélica,sei lá, pra encobrir a minha incapacidade...Estou levando este textinho lá pro Arquivo, tá?
Beijão
Lu