sexta-feira, abril 25, 2008

Se Fosse Hoje... (ídolo)

Bob Dylan 1966

- O que você acha Paula?

- Ai não sei...eu gosto de você...mas você tem que se mexer mais, ficar mais presente, mostrar que tem carisma, não sei...você passa uma coisa frágil. O público quer um astro!

- Randy?

- Cara, você não canta! A música é chata... dá pra ver que você até tem alguma coisa, mas cara, você tem que encarar a platéia, mudar o corte de cabelo, se vestir melhor, e tentar não miar, cara. Soltar essa voz! Você tá mais pra músico de boteco. Nunca vai ser um ídolo! Simon, o que você acha, dude?

- Eu acho um lixo! Não tem presença, não tem carisma, canta pelo nariz, e o seu cabelo é ridículo! É não!

5 comentários:

Guiga disse...

Hahahahahaha, tá genial essa tua sequência "se fosse hoje"!!!!
A do Idol então, nem se fala!
Adorei! :D

Fernanda S. disse...

Mto boa esta "´série" Se fosse hoje... meudeusdocéu! Como os tempos mudaram!
Beijocas

Rafa e Dedé disse...

Tá curtindo a comédia?
Eu tô adorando!
bjs

Perin disse...

Ele é tudo isso mesmo né? mas gostio muito...acho que é nostalgia de um tempo onde as coisas eram mais românticas e tinham mais conteúdo do que forma...sei lá...

Alice Salles disse...

eu amo o cabelo delo
pegando fogo
e com aquela voz fazendo uma platéia inteira sair correndo de medo....
aaaaaaaaaamo....
por isso que ídolo é de barro e se espatifa!

muito cômica essa sua tirada aqui Mercy!

Besos