domingo, dezembro 13, 2009

_dark

Tenho muitos segredos. Tenho muitos pecados.
Metade de mim é bondade, a outra é escura, guardada, velada. Não sei dizer se é metade ou se são layers: o que a superfície mostra não é o que a superfície guarda - ou é a trama de uma membrana antiga, um tecido trançado pelos ancestrais que mescla os fios e transforma em seda o que era linho bruto.

Eu seria psicopata se fosse religiosa. Eu seria bruxa se não fosse preguiçosa. Eu seria cientista para não enlouquecer. Eu tenho respostas e preguiça das perguntas. Dentro de mim dançam seres sombrios e outros iluminados. Em volta vivem anjos e o equilíbrio que eu provejo, o que eu invento e o que eu projeto.
Eu sei e nasci sabendo o que não posso contar, a não ser em capítulos esparsos, em frases jogadas, em textos esporádicos. Acredite: é mais fácil pecar quando se sabe o endereço exato do inferno. É mais fácil perdoar quando se sabe onde exatamente mora o céu.
Eu sei quem sou...e isso não é bom. Não sou especial. Não sou rara. Eu sou antiga.
Me cansa a filosofia. Me cansa a teologia. Me cansam as teorias da nova era. São todos textos antigos...notícias velhas. Eu ouvi o que foi pensado na mente do mundo antes do mundo existir.
O universo é as vezes um grande museu de idéias antigas soletradas errado...
Eu queria a euforia da descoberta.

É, eu sei...você não faz idéia de porque eu escrevi isso. Relaxa...é só um Domingo de chuva.


Bom dia.

12 comentários:

Pedro Rocha disse...

Lálálálálálá! :P
Mesmo assim eu não tenho medo de você.

Buenos!
;)

Carolina Carnevalli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carolina Carnevalli disse...

A entendimento dos seus sentimentos e o que eles podem lhe acrescentar é algo substancial, somos todos resultados do que pensamos e da maneira como vivemos, se não exite nada de novo, reinventamos o antigo e aperfeiçoamos o que já é considerado velho para que se recrie o que antes era considerado inútil e já perdido.
O equilibrio e proporções, entre nossos anjos e demônios, são eles toda nossa essência.

"O que reside atrás de nós e o que reside à nossa frente são de minúscula importância comparados ao que reside dentro de nós." (Oliver Wendell Holmes)

Acho que a euforia que me causa novos textos aqui é a mesma de suas novas descobertas! rs.

Beijossssss

marcos freitas disse...

me gusta eso, cuanto cuesta?
hehehehe

bjs

Tejota disse...

"...vamos celebrar a estupidez humana..."

Lee Swain disse...

Um 2010 de muitas descobertas pra você, bela bruxinha.
Swain

Anônimo disse...

tem um fake seu por ai, a mina ta copiando seus post.... olha soh assimdonossojeito.blogspot.com
vlw

Mercedes Gameiro disse...

Anonimo,

Eu fui la e vi seus comentários também. Obrigada.
Mas assina o seu nome para eu saber a quem estou agradecendo.

Mercedes

Pedro Rocha disse...

De longe eu reconheceria um texto seu. E correria pra te contar, claro!

=D

Mercedes disse...

Eu sei Pedroca...você já é amigo de fazer xixi no mesmo muro!

Eu disse isso? hahahaha!

Edson Marques disse...

Meu aplauso!

Bruna disse...

nossa!
você é ótima...

estou aqui numa sexta feira sem nada para fazer no meu trabalho... e resolvi pesquisar blog's por ai..
por acaso achei o seu..
estou das 1 até agora 3 10
lendo seus textos..
comentei nesse aqui.. por que de alguma forma achei engraçado.. e tbm por ser em um domingo chuvoso que vc postou .. vou continuar vendo esse blog sempree
adorei mesmo
parabéns =D