segunda-feira, outubro 02, 2006

Salve a resistência!

Estou orgulhosa.

Fiquei acompanhando com o coração na boca a apuração dos votos, porque eu não votei. Justifiquei o voto por não poder ir para Curitiba e meu coração ficou gritando de culpa. Se ele é reeleito no primeiro turno, a culpa pode ser minha. Eu não quero essa culpa.

Já fazia tempo que eu estava decepcionada com o povo Brasileiro. Brasileiro tem umas manias irritantes. Acha que todo mundo que ganhou dinheiro na vida roubou. Acha que quem tem carro bom está ostentando. Acha que quem tem sucesso fica burro. Acha que mulher que mora bem e tem alguma grana é uma perua fútil. E mais do que tudo: brasileiro acha que pra ser honesto tem que ser feio e pobre. Qualquer um que tome banho, não use uma barba com cara de fedida, e passe a camisa antes de sair não serve para governar o país. Bonito é falar errado. Bonito é ter alma de pobre. Bonito é isso que a gente está vendo aí fora.
“Síndrome de coitadinho”. É esse o nome da doença do brasileiro. E é crônica!

Mandei um e-mail em massa falando mal do Lula e recebi respostas incríveis. Uma delas me chamava de “elite branca e racista!” Hahahahahhaha. Só me matando de rir. Era só me conhecer um pouco para saber que
Elite eu me tornei ha muito pouco tempo, e foi com trabalho e suor.
branca eu sou mesmo, mas não escolhi. É genético.
racista???? EU??? Hahahha! Talvez essa seja a parte mais engraçada da piada.
Mas é assim que o BRASUCA reage a tudo. Se você fala que alguém está super bem, ganhou dinheiro, teve sucesso, lá vem: “Imagina o que não roubou!” Típico também é falar bem de alguém dizendo:” é um homem simples...humilde...trabalha feito um louco, coitado.” Espera! O Antônio Ermírio não trabalha feito um louco? Sim, mas é diferente. Diferente porque o trabalho do Antonio Ermírio dá frutos, e o do pobrezinho não dá. Então o pobrezinho, aos olhos brasucas, tem mais valor. Assim, as pessoas que mudam o país não têm nenhum valor, pois acabam num carro importado, e é feio demais usar o seu próprio dinheiro pra obter conforto. Você tem que ficar milionário (se não tiver saída, porque é feio também), mas continuar de Chevette. E não ouse comprar uma casa num condomínio fechado, porque daí você cai em desgraça de uma vez. Volta pro bairro pobrinho! Coloca seus filhos na escola pública. E não esquece de entrar na fila do bolsa família, senão você pode ser tachado de elite branca e racista!

Pois bem...hoje vi que talvez a síndrome de pobrinho dos brasileiros tenha acabado, com a experiência de ter um presidente populista por quatro anos. Talvez os brasileiros tenham visto que fazer oposição é muito mais fácil do que governar e para governar é preciso preparo. Talvez tenham visto que é mais bonito ter um presidente que faça bonito aqui dentro e lá fora. E que VEJA o que seus aliados estão fazendo.
Nossa história de democracia é nova demais. Das primeiras eleições presidenciais para cá, passou muito pouco tempo e nós ainda não aprendemos a votar. Talvez agora estejamos começando a aprender.
Eu não sei se o Alkimin é o presidente certo, mas tenho certeza que o Lula não é. Só vamos rezar, para que no segundo turno a gente faça a coisa certa.
De qualquer maneira, estou orgulhosa de viver num país que não repete seus erros sem alguma resistência.

Salve a resistência!

6 comentários:

Fastolf.b disse...

Curioso... Andei lendo os dados das urnas em todo o país.
Dos 8 estados mais ao sul 7 tiveram derrota do Lula e muito poucos PTistas eleitos em seus estados.
Dali para cima, só deu Lula.
Ha tempos eu venho dizendo que isso é uma questão Geografica E Cultural, ninguém quer me ouvir.
Eu não pareço com eles, eu não tenho a mesma cultura, não tenho as mesmas raizes, não tenho os mesmos gostos e não falo nem a mesma lingua.
Ainda me pergunto porque é que tenho que pagar pelas suas burrices!

Maira disse...

ta, correto seria dizer que não me surpreendo mas com as coisas que vc escreve....mas é incrível...vc é uma caixinha preta (ops branca)de surpresas...em outras palavras...UMA FODONA
to bege depois de ler tudo isso
a coragem....sem mais

Marília disse...

Também não sei quem é bom...mas na minha santa ignorancia política o PT nunca foi bom!!

Alana disse...

É dose! Esse ano sacanearam completamente com o eleitor. Votei no Alckmin porque no Lula é que eu não ia votar, né? Mas foi de coração apertado. Não me agrada nada essa mania do Alckmin de querer acabar com a reeleição.

De qualquer forma, eu A-DO-REI a teoria da síndrome de pobrinho!
Mais cedo ou mais tarde, alguém ia ter que dizer=P

Eloilton disse...

Bom dia e parabéns pelo blog.

Vc poderia por gentileza me informar o nome da música que está rodando na entrada? Quem está cantando?
Obrigado,
Eloilton

eloilton@hotmail.com

thiagota0 disse...

... sem comentários!